MS RECOMENDA 4ª DOSE CONTRA PARA AS PESSOAS COM MAIS DE 12 ANOS

O Ministério da Saúde recomendou, em comunicado divulgado, que pessoas com 12 anos ou mais recebam a quarta dose da vacina contra a COVID-19.

No comunicado, o Ministério da Saúde diz que o aumento de casos de infecção por SARS-CoV-2/COVID-19 a nível nacional e o facto de muitas pessoas com risco acrescido de complicações já terem sido vacinadas com a primeira dose de reforço há mais de seis meses, são uns dos motivos desta nova recomendação.

A segunda dose de reforço é recomendada, principalmente, para as pessoas com 60 ou mais anos de idade ou com doenças crónicas.

A segunda dose de reforço de vacina contra a COVID-19 pode ser feita a partir de 90 dias (3 meses) da primeira dose de reforço.

A mesma fonte esclarece que a partir do próximo dia um de Julho, os certificados COVID de vacinação só passarão a ser válidos se nele constar que a pessoa tomou “a 3ª dose (ou dose adicional de reforço).

Isto significa que este Certificado só será válido para fins de viagens interilhas e viagens internacionais com destino a Cabo Verde se a pessoa tiver tomado, pelo menos, uma dose de reforço há mais de 14 dias, independentemente do esquema inicial feito.

Para as pessoas que tomaram a vacina da Janssen, popularmente conhecida como a vacina da Johnson, cujo esquema inicial requer apenas uma dose, o Certificado deve ser aceite se há evidências da toma de dose de reforço.

Já para as pessoas que, por algum motivo ainda não puderam tomar, pelo menos, uma dose de reforço de vacina contra a COVID-19, poderão viajar para Cabo Verde com um Certificado COVID válido de recuperação ou com um certificado de teste negativo RT-PCR realizado até 72 horas antes da hora de embarque ou um certificado de teste rápido de antigénio negativo realizado até 48 horas antes da hora de embarque.

Fonte: MS // Redação Tiver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.