NA ÚLTIMA SEMANA ZAPORÍJIA FOI ATACADA 590 VEZES 

Na semana passada, a Rússia atacou a região de Zaporíjia 590 vezes. A informação foi avançada esta terça-feira pelo Chefe da Administração Militar desta região. O responsável identificou cerca de 150 locais danificados ou destruídos.

O alvo de um destes ataques foi o ginásio de Lezhyne . Foi bombardeado com dois mísseis. Um atingiu o edifício principal – o escritório do diretor e as salas de aula. O segundo caiu sob as paredes da biblioteca da escola. Não houve vítimas mortais nem feridos.

Neste momento, os combates mais violentos acontecem nos arredores de cidade de Bahmut, na região do Donbass. Na floresta, a apenas 20 quilómetros dos confrontos, soldados ucranianos cortam madeira para aquecer os locais onde os companheiros lutam na linha da frente

Como os hospitais em Bahmut são inadequados, alguns dos soldados ucranianos feridos na linha da frente são transportados para a cidade vizinha de Toretsk para tratamento.

No lado russo, os soldados também enfrentam condições difíceis. O Ministério da Defesa de Moscovo divulgou imagens de uma festa perto da linha da frente. “Artistas do Conjunto de Canto e Dança do Distrito Militar Central chegaram para felicitar os militares pelo feriado que se aproxima. O ponto alto do concerto foi a chegada do Padre Frost [interpretação russa do Pai Natal] e da Donzela da Neve. Após o concerto, os militares foram presenteados com ofertas de Ano Novo”, lê-se na descrição do vídeo do ministério.

Na última atualização sobre a guerra, a Ucrânia garante que 620 soldados russos foram mortos no espaço de 24 horas.

Fonte: Euronews

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *