PELO MENOS 16 MORTOS EM ALUIMENTO DE TERRAS NA MALÁSIA

De acordo com autoridades, pelo menos 16 pessoas morreram num aluimento de terras que soterrou um acampamento nos arredores de Kuala Lumpur. Equipas de socorro procuram por 17 desaparecidos.

Sete pessoas ficaram feridas no acidente e foram hospitalizadas, disse o chefe da polícia distrital Suffian Abdullah.

O responsável indicou que cerca de 95 pessoas estavam no acampamento em Batang Kali, no estado central de Selangor, a cerca de 50 quilómetros a norte de Kuala Lumpur, quando ocorreu o acidente, às 02:24 (18:24 de quinta-feira de Lisboa), tendo sido 53 pessoas sido resgatadas sem ferimentos.

Cerca de 400 elementos estão no local, a participar nos esforços de busca e salvamento, adiantou.

Os bombeiros de Selangor disseram que as equipas de socorro começaram a chegar ao local meia hora depois de terem recebido o alerta.

A zona de campismo está localizada numa quinta orgânica não muito longe da estância de Genting Highlands, um destino turístico popular com parques temáticos e o único casino da Malásia. O acesso às estradas que conduzem à área foi bloqueado.

O governo malaio impôs leis rigorosas sobre construção em encostas, mas os aluimentos de terra continuam a ser comuns no país do Sudeste Asiático.

Em março, quatro pessoas morreram num acidente semelhante, na periferia de Kuala Lumpur.

Em 1993, chuvas fortes causaram um aluimento de terras que fez ruir um edifício residencial de 12 andares, matando 48 pessoas numa das catástrofes naturais mais mortíferas da Malásia.

Fonte: SIC Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *