UE CONCORDA COM NOVAS SANÇÕES POR INVASÃO DA UCRÂNIA

A União Europeia concordou com uma nova rodada de sanções contra autoridades e oligarcas russos em retaliação à invasão de Moscou à vizinha Ucrânia.

As novas sanções também incluirão restrições ao setor marítimo e excluirão três bancos bielorrussos do sistema bancário SWIFT, a França, que detém a presidência rotativa do Conselho Europeu, disse em uma série de tweets.

As sanções adicionais serão formalmente aprovadas pelos líderes dos 27 estados membros do bloco em uma cúpula em Versalhes, na França, na quinta e sexta-feira.

Mais de dois milhões de pessoas fugiram da Ucrânia e centenas de milhares ficaram presas sem acesso a remédios ou água potável desde que o presidente Vladimir Putin lançou a invasão há quase duas semanas.

Moscou chama sua ação de “operação militar especial” para desarmar seu vizinho e desalojar líderes que chama de “neo-nazistas”. Kiev e seus aliados ocidentais descartam isso como um pretexto infundado para uma guerra não provocada contra um país democrático de 44 milhões de pessoas

As novas sanções foram acordadas na chamada reunião do COREPER II, que convoca os representantes permanentes de cada estado-membro para o bloco, antes da cúpula.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.