BOMBARDEIO MATOU DEZENAS DE CIVIS EM ESTAÇÃO DE TREM

Pelo menos 35 pessoas morreram e outras 100 ficaram feridas nesta sexta-feira, em um ataque com foguetes contra a estação de trem de Kramatorsk, no leste da Ucrânia.

Os civis foram atingidos quando tentavam deixar a cidade, situada na região do Donbass, alvo de uma ofensiva russa de grande envergadura. As autoridades ucranianas denunciaram um ataque intencional, mas o Exército russo negou qualquer envolvimento e acusa Kiev de “provocação”. 

“Mais de 30 pessoas morreram, e mais de 100 ficaram feridas, após um disparo de foguetes contra a estação, é um ataque deliberado”, afirmou o chefe da empresa ferroviária ucraniana Ukrzaliznytsia, Oleksander Kamyshin, no aplicativo Telegram.

Em frente à estação de Kramatorsk, havia vários carros carbonizados e os restos de um míssil. Por toda a parte, viam-se malas abandonadas, estilhaços de vidro e escombros. O interior da estação estava coberto de sangue.

Mais cedo nesta sexta, um repórter da AFP havia estado na estação. Naquele momento, centenas de pessoas estavam à espera de um trem para deixar a região.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, classificou o ataque desta sexta de ato de “maldade sem limites” por parte da Rússia. “Como não têm força, nem coragem, para nos enfrentarem no campo de batalha, destroem, cinicamente, a população civil”, protestou. “É um maldade sem limites e, se isso não for punido, não vai parar nunca”, declarou o presidente ucraniano no aplicativo Telegram, denunciando os métodos “desumanos” das forças russas.

Fonte: Rfi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *