COMISSÃO RECOMENDA QUE TRUMP SEJA JULGADO

A Comissão da Câmara dos Representantes dos EUA recomendou esta segunda-feira,19 de Dezembro, que o antigo Presidente norte-americano seja julgado no caso do ataque ao Capitólio, em Janeiro do ano passado. Em resposta, Donald Trump acusa a Comissão de tentar impedir a sua recandidatura à Casa Branca, em 2024.

Num comunicado partilhado na rede Truth Social, o antigo Presidente norte-americano denunciou uma tentativa deliberada da Comissão impedir à sua recandidatura à presidência dos EUA, em 2024. Donald Trump sublinhou que esta recomendação não o afecta politicamente, apenas o torna politicamente mais forte.

“Esta gente não percebe que, quando vêm atrás de mim, as pessoas que amam a liberdade defendem-me. Isto fortalece-me. O que não me mata torna-me mais forte, escreveu.

A Comissão da Câmara dos Representantes votou de forma unânime na recomendação de quatro acusações criminais: Insurreição, conspiração, declarações falsas e obstruçãodurante o ataque ao Capitólio, em Janeiro do ano passado.

Liz Cheney, vice-presidente do Comité que investigou o caso, referiu que Donald Trump foi o único Presidente da história dos EUA a recusar uma transição pacífica, acrescentando que Trump nunca mais deverá servir o país. 

No entanto, recomendação não é vinculativa e o Departamento de Justiça não tem de responder ou agir em relação à mesma, mas a comissão tem estado a colaborar com o departamento liderado pelo procurador Merrick Garland, partilhando evidências e testemunhos que recolheu.

De acordo com a lei norte-americana, a pessoa que “incitar ou ajudar”em “qualquer acto de rebelião contra autoridade dos EUA” incorre numa pena de prisão que pode ir até aos 10 anos. A decisão de julgar ou não o Presidente Donald Trump, que mantém a candidatura às Presidenciais, está agora nas mãos do Departamento de Justiça norte-americano.

Fonte: Rfi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *