Demência Atingirá 153 Milhões De Pessoas No Mundo Em 2050

Um estudo prevê que 153 milhões de pessoas no mundo tenham demência em 2050, quase o triplo do estimado para 2019. Na origem estão dois fatores, o crescimento e envelhecimento da população.

Um total de 153 milhões de pessoas no mundo terão demência em 2050, estima um novo estudo, divulgado esta quinta-feira na publicação científica The Lancet Public Health. Este número é quase o triplo dos 57 milhões estimados para 2019.

O estudo faz previsões sobre o número de adultos com 40 ou mais anos a viverem com demência em mais de 200 países ou territórios e aponta quatro factores de risco: obesidade, tabagismo, hiperglicemia e escolaridade baixa.

Perante os dados apresentados, os autores da pesquisa pedem cuidados redobrados para reduzir o risco de demência. Este estudo surge poucos meses após um outro da Organização Mundial da Saúde (OMS), onde é estimado que Portugal tenha 351 504 pessoas com demência em 2050.

 

A demência tornou-se a sétima causa de morte após, de acordo com a OMS, 1,6 milhões de pessoas terem morrido no mundo em 2019 devido à doença.

Fonte: Inforpress

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *