FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA EM DACAR COM “TAREFA DIFÍCIL”, MAS “CUMPRIU”

FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA EM DACAR COM “TAREFA DÍFICIL”, MAS “CUMPRIU”

O Fórum Mundial da Água decorre até sábado em Dacar, no Senegal, e o ministro do Ambiente português, João Pedro Matos Fernandes, considera que este encontro global está a cumprir a sua função de garantir a segurança dos recursos hídricos.

“O Fórum Mundial da Água é uma tarefa difícil, mas cumpriu”, disse o ministro português,  João Pedro Matos Fernandes, que está em Dacar e falou à RFI.

Reuniram-se no Senegal dezenas de líderes mundiais para discutirem o futuro da água e assinarem um novo protocolo de entendimento sobre a gestão e optimização dos recursos hídricos que permita à população mundial o acesso igualitário água potável.

“A participação de Portugal é, sem dúvida, à semelhança de outros países que sabem que a água é um recurso cada vez mais escasso e que criar condições para que o conjunto das pessoas possam consumir água potável é fundamental para a sustentabilidade, justiça social, igualdade de género e desenvolvimento das sociedades”, disse o ministro português.

Um relatório da Organização Mundial da Saúde e UNICEF lançado durante o Fórum Mundial da Água, que está a decorrer em Dacar até sábado, alerta que, se a tendência actual se mantiver, muito poucos Estados-membros da União Africana conseguirão alcançar o acesso universal a água potável, ao saneamento gerido com segurança ou a serviços básicos de higiene até 2030.

Esta é a primeira vez que o Fórum Mundial da Água decorre na África subsariana, organizado pelo Senegal, que actualmente preside à União Africana. O evento visa ser uma plataforma para encontrar soluções que aumentem o acesso à água e ao saneamento no continente até 2030.

Fonte: Rfi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.