GOVERNO ENTREGA OSSADAS DAS VÍTIMAS DO 27 DE MAIO

O governo angolano entregou, esta quarta-feira, as ossadas de quatro vítimas do 27 de maio de 1977, entre as quais os restos mortais de Nito Alves, suposto líder de uma alegada tentativa de golpe de Estado.

A Comissão para a Implementação do Plano de Reconciliação em Memória das Vítimas dos Conflitos Políticos fez hoje, em Luanda, mais uma entrega de ossadas aos familiares das pessoas mortas na tentativa de golpe de Estado de 27 de maio de 1977.

Numa cerimónia presenciada por membros do Executivo, dirigentes de partidos políticos, personalidades da sociedade civil e religiosos foram entregues as ossadas de quatro dirigentes do partido no poder, o MPLA, entre os quais, de Nito Alves, que foi o líder da intentona golpista.

Os corpos retirados de uma vala comum foram depois objeto de análise laboratorial para determinar o ADN. Posteriormente, serão realizados funerais condignos de acordo com os critérios de cada família.

Nito Alves e outros dirigentes do MPLA criaram uma corrente contestatária no seio do partido, que culminou em maio de 1977 com a tentativa de substituir o governo de Agostinho Neto. A tentativa golpista foi reprimida com o apoio de missões militantes da então União Soviética e Cuba.

Seguiu-se depois a caça às bruxas pelas forças de segurança fiéis a Agostinho Neto, tendo sido mortas, segundo dados não oficiais mais de 50 mil pessoas, na maioria dirigentes, militantes e simpatizantes do próprio Partido MPLA.

Fonte: Rfi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.