IVAN ALMEIDA ENALTECE AS LIÇÕES QUE O BASQUETEBOL E OS SEUS ÍDOLOS DÃO AOS JOVENS

O basquetebolista Ivan Almeida congratula-se pelo sucesso deste desporto em Portugal e acredita que ensina aos jovens como o sucesso exige trabalho, tal como aprendeu com o ídolo Michael Jordan, que “internacionalizou” a modalidade.

O atleta luso-cabo-verdiano, que joga na federação do país africano, enaltece a mensagem do basquetebol de que, para se ser um grande jogador na vida, é preciso trabalhar e disciplina.

O basquetebol é “um desporto enriquecedor, não só pelo poder no campo, mas pela disciplina que nos traz”, disse.

E sublinha a importância das camadas mais jovens quererem seguir os seus ídolos, com quem diz ter orgulho em jogar, como Beto Gomes (extremo), Toney Douglas (base) e Aaron Broussard (extremo).

Ivan enaltece o papel dos “ídolos” deste desporto, como os que seguiu quando começou, quando tinha 11 anos, e deu os primeiros passos na cidade da Praia, em Cabo Verde, onde nasceu.

Cresceu a ver e a admirar Michael Jordan, Kobe Bryant, Allen Iverson. Hoje, com 33 anos, continua a eleger Jordan como o maior de todos, principalmente pelo papel na internacionalização deste desporto, sendo quase um sinónimo da modalidade.

O atleta refere que o basquetebol não se limita ao campo onde é jogado: “É a cultura, a música que ouvimos, a roupa que vestimos”.

E sublinha a liberdade do estilo, que “é livre”, dando o exemplo da música que ouve enquanto treina, sem obedecer a modas, optando hoje em dia pelas músicas que produz, outra das suas paixões e que espera seguir quando abandonar o basquetebol e na qual já trabalha de forma entusiasta.

Fonte: Inforpress // Ad: Redação Tiver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *