JULGAMENTO DOS ATENTADOS DE PARIS ENTRA NAS ALEGAÇÕES FINAIS

Arrancam esta quarta-feira os três dias de alegações finais do julgamento dos ataques terroristas que aconteceram em novembro de 2015, em Paris, em França.

São vinte os arguidos que respondem pela morte de 130 pessoas, 19 deles por envolvimento indireto nos ataques. Dos 20, 12 enfrentam prisão perpétua, incluindo Salah Abdeslam, o único sobrevivente dos dez terroristas responsáveis pelos ataques.

Nas primeiras audiências, em setembro do ano passado, Salah Abdeslam, nascido da Bélgica, agora com 32 anos, assumiu-se como um combatente do Daesh e disse ter agido para se vingar dos bombardeamentos franceses na Síria. Vesti um colete de explosivos, o qual, diz, não ter acionado. Apesar do Ministério Público acreditar que esse não tenha sido o caso.

Reivindicados pelo Estado Islâmico, os atentados terroristas de 2015, na capital francesa, fizeram 130 vítimas mortais.

Foram registadas três explosões em locais distintos, incluindo nos arredores do estádio de futebol State de France. O ataque mais mortal foi no teatro do Bataclan, durante um concerto, onde os arguidos entraram a matar e fizerem várias pessoas reféns até à madrugada seguinte.

Após nove meses de audiências, o julgamento entra na reta final. O veredicto deverá ser conhecido a 29 de junho.

Fonte: Euronews

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.