PARLAMENTO EUROPEU FECHA AS PORTAS AOS REPRESENTANTES DO QATAR

O Parlamento Europeu decidiu, esta quinta-feira, fechar as portas aos representantes do Qatar. A Presidente Roberta Metsola prometeu reformas fortes e garantiu que a instituição não está à venda.

No Parlamento Europeu, praticamente por unanimidade – houve apenas um voto contra -, foi aprovada a suspensão temporária de todos os dossiês relacionados com o Qatar.

Foram bloqueadas as entradas aos representantes do reino do Golfo Pérsico.

Os eurodeputados decidiram ainda criar uma comissão de inquérito para investigar casos de corrupção por países terceiros.

Com as votações, a presidente Roberta Metsola prometeu reformas profundas na instituição para reconstruir a confiança abalada pelo escândalo do Qatargate.

Esta quinta-feira, à chegada ao último Conselho Europeu do ano marcado já por este caso, Metsola tinha descansado os líderes dos 27.

Corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro são as acusações que levaram à prisão da eurodeputada socialista grega e vice-presidente Eva Kaili do namorado, assessor parlamentar, e do ex-eurodeputado italiano Pier Antonio Panzeri, assim como à apreensão de milhão e meio de euros em notas em casas e gabinetes parlamentares.

A investigação encontrou indícios de pagamentos aos detidos por países como o Qatar ou Marrocos para influenciar decisões tomadas no Parlamento Europeu.

Fonte: SIC Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *