POLÍCIA IMPEDIU CONFERÊNCIA SOBRE PAZ EM CABINDA

A polícia angolana impediu, este sábado, a realização de uma conferência sobre a paz em Cabinda, justificando que houve incumprimento das formalidades legais pelas entidades organizadoras do evento.

A atividade política angolana está a ser dominada, este fim-de-semana, pela intensa pré-campanha eleitoral dos principais partidos políticos e pela proibição da realização da conferência sobre a problemática da paz na região de Cabinda.

As autoridades policiais inviabilizaram, no sábado, a realização de uma conferência sobre a paz na região de Cabinda, palco ainda de confrontos entre as forças governamentais e os independentistas da FLEC-FAC. A falta de autorização das autoridades locais foi o motivo da proibição do evento que deveria reunir ativistas, religiosos, políticos e personalidades da sociedade civil provenientes de outras regiões do país.

O encontro foi organizado Associação para Desenvolvimento da Cultura dos Direitos Humanos (ADCDH) e pela Omunga. De acordo com as autoridades locais, a atividade foi proibida por não ter sido comunicada e porque a ADCDH não possui personalidade jurídica. A Omunga é uma associação legal de direitos humanos da região de Benguela.

As denúncias de violações dos direitos humanos são frequentes na região de Cabinda. As autoridades têm refutado as denúncias e consideram a região pacífica. Cabinda recebeu recentemente a visita do Presidente João Lourenço.

Fonte: RFi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.