PRÍNCIPE HARRY MATOU 25 TALIBÃS, CONSUMIU COCAÍNA E CONTA TUDO “NA SOMBRA”

O filho mais novo da Princesa Diana e do agora Rei Carlos III, do Reino Unido, lança oficialmente na terça-feira o livro de memórias “Na Sombra” (título em Portugal), mas as primeiras polémicas começaram a ser reveladas na imprensa inglesa depois de em Espanha o livro já ter sido disponibilizado nas lojas com o título “En La Sombra”.

As revelações do príncipe Harry surgem em catadupa. O livro de memórias do duque de Sussex tinha data de publicação anunciada para a próxima terça-feira, mas o seu conteúdo tem vindo a público através de várias publicações internacionais que tiveram acesso ao livro e, em Espanha, a obra foi mesmo colocada à venda cinco dias antes, para espanto dos jornalistas.

A primeira acusação a vir a público foi a de que o príncipe William o terá agredido fisicamente numa discussão em 2019, na Nottingham Cottage, depois dos irmãos terem discordado sobre Meghan Markle. As acusações não parecem ajudar a qualquer clima de reconciliação entre os diversos membros da família real.

Depois disso, as revelações sucedem-se, com o príncipe a contar que o pai, o rei Carlos III, pediu aos irmãos para não transformarem os seus “últimos anos numa miséria”. Para além do livro, também as sucessivas entrevistas têm ajudado nas revelações do duque de Sussex, que em conversa com Tom Brabdy não se comprometeu com a presença na coroação do pai em maio deste ano.

O jornal The Telegraph, que teve acesso a uma cópia do livro em espanhol, avança que o príncipe Harry afirma ter matado 25 pessoas no Afeganistão enquanto estava ao serviço do Exército Britânico no Afeganistão, dizendo mesmo que os alvos nas linhas inimigas não eram vistos “como pessoas”, mas como “peças de xadrez”. 

Outra das revelações feita pelo príncipe Harry envolve o consumo de drogas durante a adolescência. De acordo com a Sky News, nas páginas 112 e 113, o duque de Sussex descreve que experimentou cocaína pela primeira vez aos 17 anos. 

Fonte: CNN PT

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *