PROJETO “CIMBOA-PATRIMÓNIO PARA DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL”

O Instituto do Património Cultural apresentou, no Paços do Concelho de Município do Tarrafal de Santiago, o projeto “Cimboa – Património Para o Desenvolvimento Sustentável” subvenção do programa PROCULTURA PALOP-TL.

O objetivo deste projeto é promover o autoemprego sustentável, a inclusão de jovens e mulheres desempregadas e rentabilização da renda de artesãs e músicos em atividade, a partir da salvaguarda e reapropriação de um bem patrimonial e sua inserção no mercado nacional e internacional.

Realçando que PROCULTURA PALOP-TL, é uma ação do Programa Indicativo Multianual PALOP – Timor-Leste e União Europeia, financiada pela União Europeia, cofinanciada e gerida pelo Camões, I.P. e cofinanciada pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Tem como objetivo contribuir para a criação de emprego em atividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa naqueles países.

Fonte: MCIC // Redação Tiver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.