TAP TRANSPORTOU QUASE METADE DOS 540 MIL PASSAGEIROS EM 2021

Quase metade dos mais de 540 mil passageiros de voos internacionais de e para Cabo Verde em 2021 foram transportadas pela companhia portuguesa TAP, segundo dados da agência reguladora, compilados hoje pela Lusa.

De acordo com o recente relatório de regulação de 2021, divulgado pela Agência de Aviação Civil, de Cabo Verde, os voos internacionais com destino e partida dos quatro aeroportos do arquipélago movimentaram no ano passado 542.488 passageiros, um aumento de 3,1% face a 2020, mas ainda 70% abaixo do registado em 2019, antes dos efeitos da pandemia de covid-19.

Desse total, a TAP transportou 233.799 passageiros, equivalente a 43,1% do total do movimento nos voos de e para o país em 2021, seguida do operador turístico TUIfly Germany, com 45.029 passageiros (8,3%) e da açoriana Azores Airlines, com 36.778 passageiros (6,8%).

Apesar de ter dominado o mercado do transporte aéreo internacional nacional em 2021 – para a Praia, Sal e São Vicente -, a partir de Lisboa, com um aumento de 88% face a 2020, a TAP movimentou apenas cerca de metade dos passageiros face a 2019, antes dos efeitos da pandemia de covid-19.

A presidente da TAP, que se reuniu em 10 de Março com o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, explicou que o mercado do arquipélago tem um peso inferior a 1% do total de receitas da TAP, mas prevê que o nível de passageiros a transportar seja “um pouco melhor” em 2022, subindo para mais de 250 mil.

Os voos da TAP para a Praia praticamente não chegaram a ser suspensos durante a pandemia de covid-19, tendo a companhia aérea portuguesa retomado progressivamente os voos para São Vicente e Sal, esses afectados pela pandemia, e já este ano para a Boa Vista. Para a administradora, a TAP “tem provado a dedicação e compromisso que tem com Cabo Verde”, apesar das constantes críticas de passageiros do arquipélago, sobretudo dos preços praticados.

Fonte: Expressos das Ilhas // Ad: Redação Tiver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.