TAXA DE OCUPAÇÃO DA UCI DO HAN ASCENDE 65%

A Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital Agostinho Neto, recebeu nesta quarta-feira a primeira missão de apoio, após a entrada em funcionamento. Trata-se de uma missão composta por uma equipa multidisciplinar da Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos, instituição de excelência na área de medicina intensiva

De acordo com o Presidente do Conselho de Administração do HAN, Imadoeno Cabral, com apenas 8 dias de funcionamento, a nova Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital conta atualmente com uma taxa de ocupação acima dos 65%, tendo já recebido pacientes provenientes de várias ilhas de Cabo Verde.

Imadoeno Cabral considerou ainda que o funcionamento da UCI constitui mais um passo importante para o país e contribui para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Saúde e Bem-Estar e agradeceu ao Instituto da Cooperação e da Língua, I.P, à Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos e ao Ministério da Saúde de Cabo Verde.

Essa missão tem por objetivo apoiar nos cuidados de doentes críticos com necessidade de ventilação mecânica.

A UCI do HAN, foi inaugurado pelo Primeiro Ministro e Chefe do Governo, Ulisses Correia e Silva, a 15 de maio. Tem uma com capacidade para 10 camas, sendo 6 para cuidados intensivos e 4 para cuidados intermédios, adaptados à realidade nacional.

Trata-se de uma aposta do Governo para a melhoria dos cuidados no sector da Saúde, enquadrado no projeto Plano de Desenvolvimento Sanitário dos Hospitais Centrais 2017-21

Fonte: Governo // Redação Tiver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.