VARÍOLA DOS MACACOS ALASTRA NA EUROPA

Em Espanha, já são 35 casos positivos e mais de 50 casos suspeitos em 10 regiões diferentes da varíola dos macacos. Já Portugal, regista 37 casos, 56 no Reino Unido, e também em Itália, França e Dinamarca.

A doença é transmitida por contacto próximo, mas não necessariamente através de relações sexuais. Há casos detetados em diferentes países europeus. Os especialistas acreditam que podem parar a transmissão fora dos países endémicos.

Maria Van Kerkhove, da Organização Mundial da Saúde, sublinha que esta é uma situação controlável e que é possível parar a transmissão entre humanos. Diz que uma das prioridades é proteger os trabalhadores da linha da frente. “Qualquer pessoa que ande por aí a recolher amostras para fazer testes ou para cuidar de indivíduos, queremos ter a certeza de que tem a informação certa, que tem o equipamento de proteção pessoal certo, e queremos utilizar todas as medidas que estão em vigor”, destaca Maria Van Kerkhove.

Entretanto, uma equipa de investigadores do Instituto Doutor Ricardo Jorge identificou a sequência genética do vírus. De acordo com este instituto português, a descoberta poderá ser fundamental para compreender a origem do surto e as causas para a rápida disseminação da doença”.

Fonte: Euronews

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *