“ÁGUIAS” VENCERAM QUATRO VEZES EM INGLATERRA POR DOIS GOLOS

O Benfica só venceu por quatro vezes em Inglaterra, em 18 visitas, mas ganhou sempre por dois golos de diferença, margem que precisa na quarta-feira em Liverpool para levar os “quartos” da Liga dos Campeões para prolongamento.

Face ao desaire caseiro por 3-1 na terça-feira, os comandados de Nélson Veríssimo estão obrigados a vencer por dois golos para igualarem a eliminatória, o que já conseguiram inclusivamente no “mítico” Anfield Road, na célebre eliminatória de 2005/06.

Então, a situação era, porém, substancialmente diferente, já que o Benfica se apresentou em Inglaterra com um golo de vantagem, nos “oitavos” da “Champions”, e agora chega com dois de atraso, culpa dos tentos de Konaté, Mané e Luis Díaz, contra uma de Darwin.

Na noite de 8 de Março de 2006, a tarefa do “onze” do neerlandês Ronald Koeman também não se afigurava fácil, longe disse, face aos então detentores do título europeu, mas os encarnados escreveram uma das mais belas páginas da sua história europeia.

Simão Sabrosa, aos 36 minutos, com um belo pontapé de fora da área, e o italiano Fabrizio Miccoli, aos 89, com um remate acrobático, colocaram o Benfica nos “quartos”, fase em que seriam eliminados pelo FC Barcelona, que venceu a “Champions” 2005/06.

Foi, então, o segundo triunfo dos encarnados em Inglaterra, e primeiro nos 90 minutos, e também a primeira e única vez que o Liverpool perdeu em casa com uma equipa portuguesa, em 13 jogos – nove vitórias e três embates nos restantes duelos.

Fonte: RTP

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.