EMPOSSADA COMISSÃO PARA HISTÓRIA DA LUTA ARMADA NOS PALOP

Tomou posse nesta segunda-feira em Bissau a Comissão que deve, no período de três anos, publicar uma obra sobre a História da luta armada.

O Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, deu posse à comissão para escrever um livro sobre a história da luta armada pela libertação do país.

A comissão, que o Presidente criou, é integrada pelo antigo chefe da diplomacia “Huco” Monteiro, e pelos investigadores Carlos Cardoso, Rui Semedo, Julião Soares Sousa e João Pinto Có.

A coordenadora deste projecto é a professora Artemisa Candé Monteiro, pró-reitora numa universidade do Brasil.

Em declarações à imprensa a investigadora, radicada no Brasil há mais de duas décadas, comentou como é que os trabalhos se vão estruturar.

Artemisa Candé Monteiro explicou aos jornalistas que o projecto, vai durar três anos, de 2022 a 2024. O projecto será composto por três volumes com a história da luta armada pela independência do país.

“É um projecto que engloba todos os países africanos de língua oficial portuguesa com o objectivo de debruçar sobre o processo de luta de libertação nacional de uma forma muito mais aprimorada com várias fontes de pesquisa”, observou a professora guineense.

A investigação para este projecto também passará pela Guiné-Conacri, o Senegal e Portugal, contando com entrevistas a pessoas e consulta de documentos ligados à luta armada

Fonte: Rfi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.