FCA: DEMORA DOS PATROCÍNIOS CONDICIONA SELEÇÃO RUMO AO MUNDIAL

A Federação Cabo-verdiana de Andebol apontou a demora na chegada dos patrocínios como uma das principais dificuldades da seleção rumo ao mundial. Esta afirmação é do presidente desta instituição desportiva, António Teixeira em vésperas da participação da seleção no mundial da modalidade que vai decorrer de 12 a 29 de janeiro de 2023, na Polónia e Suécia.

Em entrevista à Tiver, o Presidente da Federação cabo-verdiana de Andebol, António Teixeira, destacou que a demora na disponibilização de apoios por parte de entidades responsáveis, condiciona muito a participação da seleção no mundial, levando em conta toda a questão da logística que precisa ser resolvida a tempo e horas.  

António Teixeira garantiu ainda que mesmo com todas essas dificuldades a participação da seleção Nacional neste campeonato do mundo está garantida.

O mesmo destacou que a primeira fase de preparação da seleção decorreu da melhor forma possível e os 19 convocados do selecionador Sérvio Ljubomir Obradovic estão novamente reunidos para a segunda fase dos preparativos em Portugal.

Embora a seleção nacional encontra-se num grupo difícil, António Teixeira mostra-se confiante numa boa participação no campeonato do mundo.

O 28º Campeonato do Mundo de Andebol vai ser disputado de 12 a 29 de janeiro de 2023, na Polónia e Suécia e vai contar com a participação de 32 selecções, sendo a Dinamarca a actual campeã em título.

Redação Tiver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *