PROGRAMA DE SEGURANÇA DE VOOS E PROTECÇÃO DA VIDA

O Instituto de Prevenção e Investigação de Acidentes Aeronáuticos e Marítimos, conjuntamente com as instituições parceiras lançou hoje o Bird Safe, programa de segurança de voos e protecção da vida.

Diz a nota de imprensa que o risco acrescido que a presença frequente de vida animal no entorno aeroportuário representa para a segurança operacional no sector da aviação civil, potenciando ocorrências de colisões das aeronaves com pássaros (e, o aumento registado nos últimos anos, em particular no Instituto de Prevenção e Investigação de Acidentes Aeronáuticos e Marítimos, constituem uma ameaça significativa à segurança dos voos e coloca em perigo a vida animal e a vida de todos os passageiros.

Conscientes do fenómeno bird strike e suas consequências, instituições do sector da aviação civil, organismos não-governamentais, associações e, activistas sociais e comunitários, uniram-se nesta iniciativa, com o propósito comum de prevenir, alertar e sensibilizar a população em geral sobre esta temática e principalmente, promover a mudança de comportamentos no seio das comunidades circundantes aos aeroportos nacionais.

Para o efeito, foi constituído um Grupo de trabalho interinstitucional que após os primeiros encontros realizados, delineou um plano de ação, que terá a duração de 1 ano e que pretende desenvolver e implementar um conjunto de acções, no âmbito do Bird Safe, para alcançar resultados mais eficazes e de maior alcance.

Sabendo que, uma das principais atribuições do Instituto de Prevenção e Investigação de Acidentes Aeronáuticos e Marítimos, como autoridade nacional responsável pela prevenção e investigação de acidentes aeronáuticos e marítimos, é promover uma cultura de segurança que seja transversal e praticada de forma consciente, por todos os profissionais dos sistemas de cada um dos sectores que abrange, o referido programa, configura-se como uma das acções que deverá contribuir para a consciencialização da população e das instituições, a respeito da prevenção de incidentes e, por conseguinte, possibilitar a consolidação da segurança operacional.

O Plano de Acção Bird Safe, consiste na criação de um Grupo de trabalho interinstitucional para a definição, desenvolvimento e implementação de um conjunto de acções que deverão integrar o programa em questão; na Compilação, análise e/ou produção conjunta de estudos sobre a problemática do bird strike; na criação de um canal de comunicação entre a ASA, Aeroportos e Segurança Aérea e a Câmara Municipal da Praia; na Promoção de acções de sensibilização junto das comunidades nos bairros circundantes ao Aeroporto Internacional da Praia, Nelson Mandela; Efectuar contactos e estabelecer parcerias com diversas instituições nacionais para a implementação do programa e na promoção do tema, da aviação civil, da educação ambiental e para a cidadania.

Fonte: IPAAM // Redação Tiver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.