PUTIN CULPA OCIDENTE POR CORTES NO GÁS

O líder russo, Vladimir Putin, disse em Teerão, depois de um encontro com os presidentes turco e iraniano, que a culpa da diminuição do fluxo de gás natural russo para os clientes europeus é do próprio Ocidente.

As palavras de Putin aumentam a pressão sobre a UE que receia um corte no abastecimento de gás russo durante o Inverno.

O líder russo também avisou o Ocidente de que o plano de limitar os preços do petróleo como parte das sanções contra a Rússia irá desestabilizar o mercado mundial do petróleo e fazer os preços disparar.

“Estão a cair na mesma armadilha com o comércio de petróleo e produtos petrolíferos. Estamos a ouvir algumas ideias malucas sobre a restrição dos volumes de petróleo russo e a limitação do preço do petróleo russo. São as mesmas coisas que estão a acontecer com o gás. É surpreendente ouvi-lo de pessoas com um ensino superior. O resultado será o mesmo – um aumento de preços. Os preços do petróleo vão disparar” disse Putin.

O gigante russo Gazprom controlado pelo Estado reduziu as entregas de gás através do gasoduto Nord Stream 1 para a Alemanha em 60% no mês passado, citando problemas técnicos após uma turbina que a Siemens enviou para o Canadá para manutenção não ter sido devolvida devido a sanções.

“O que é que a Gazprom tem a ver com isto? Encerraram uma via, depois outra, colocaram as sanções nas estações de bombagem de gás. A Gazprom está pronta a bombear tanto quanto for necessário. Eles próprios (nações europeias) encerraram tudo”, acrescentou o presidente russo.

O Canadá e a Alemanha estabeleceram um acordo para a devolução da turbina, mas Putin disse na terça-feira que a Gazprom ainda não tinha recebido os documentos relevantes.

Fonte: Euronews

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.